TV CPA - O canal de TL Online da Comunidade
Próximas Transmissões

17/8 - Sexta-feira
08:30 às 12h

COLUNAS

Contábil

Tratamento contábil do IRRF sobre aplicações financeiras

Pessoal

Jurisprudência - Mantida justa causa de empregada que jogou faca em colega

Fiscal

O Seminário Mensal do Departamento Fiscal, de 24.08.2018, tratará sobre as atividades dos operadores logísticos, alterações na EFD, Código de Barras na NF-e e mais

INFORME CPA

Receba as últimas notícias sobre as áreas Contábil, Fiscal e Pessoal.

Cadastre-se

COLUNA FISCAL


13/06/2018 14:28:00
Imprimir Voltar

Isenção fiscal pode ser votada pelo Plenário do Senado

O Plenário pode votar nesta terça-feira (12) o Projeto de Lei do Senado (PLS 188/2014) que autoriza a Fazenda Pública a divulgar os nomes de pessoas beneficiadas por renúncia fiscal. Em 2018, o governo federal deve deixar de arrecadar R$ 283,4 bilhões em isenções, mas não há lei que determine a publicidade dos nomes dos favorecidos pela medida.

O projeto do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) altera o Código Tributário Nacional. Ele defende a iniciativa como forma de contribuir para a fiscalização pelos cidadãos das ações do governo.

“Privar o cidadão brasileiro do acesso a essas informações contribui para cercear sua capacidade de fiscalizar o governo e de questionar eventuais ‘benevolências’ indevidas em nome de pessoas físicas e jurídicas”, argumenta o parlamentar na justificativa do PLS 188/2014.

A relatora da matéria na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) foi a senadora Lúcia Vânia (PSB-GO). Ela apresentou um parecer favorável ao texto, mas recomendou algumas alterações. A primeira delas é para que a Fazenda Pública divulgue apenas os nomes de pessoas jurídicas beneficiadas por isenções fiscais.

“A divulgação relevante se refere aos benefícios destinados a determinados setores produtivos. São esses que podem distorcer indevidamente o princípio da isonomia. Parece não haver razão para tornar públicas informações de benefícios usufruídos por pessoas físicas”, afirma a relatora no parecer.

Lúcia Vânia acrescentou ainda um dispositivo para autorizar os agentes do Fisco a confirmarem informações prestadas por beneficiários de programas sociais do governo. O objetivo é evitar fraudes, como o recebimento de benefício por quem não preencha requisitos de renda, por exemplo.

Imigrantes
A pauta do Plenário está trancada pelo projeto de lei de conversão (PLV) 13/2018. Decorrente da medida provisória (MPV) 820/2018, o texto prevê medidas de assistência emergencial para imigrantes em situação de vulnerabilidade. Em especial, venezuelanos que entram no Brasil a partir do estado de Roraima.

Mesmo com a pauta trancada, o PLS 188/2014 pode ser votado antes do PLV 13/2018. Isso porque o projeto de lei é complementar e trata de assunto que não pode ser regulado por meio de medida provisória. Para ser aprovado, um projeto de lei complementar depende do apoio da maioria absoluta da Casa, 41 votos.

FONTE: Academia Fiscal

Quer ver mais colunas? Se você for assinante, entre na Área de Assinante e tenha acesso a todas as informações.
Se você não for assinante, entre em contato pelo telefone (15) 3219 4822 ou pelo e-mail contato@netcpa.com.br e solicite os planos de assinaturas.
Voltar

Área do Assinante

Faça seu Login ou

Conheça nossos planos e assine

Usuário:

Senha:

eSocial - Análise do Manual e Reflexos nas Áreas Trabalhista, Previdenciária e de Segurança do Trabalho

Carga Horária: 8 Horas
Data: 23 de agosto de 2018, 5ª feira, das 08h30 às 17h45.
Local: Centro de Treinamento CPA
Investimento
Assinantes: R$ 559.00
Não Assinante: R$ 699.00
Boleto Bancário ou Cartão de Crédito
.: Saiba mais sobre este e outros cursos aqui :.
.: Ficha de Inscrição :.
NetCPA Todos os direitos reservados.
Página Inicial | Empresa | Notícias | Cursos | Planos de Assinatura | Fale Conosco
Fone/Fax: 15 | 3219.4822
Rua Isaac Pacheco, 138
Além Ponte | Sorocaba/SP
CEP 18020-070
Mapa - Localização